Um Olhar do Paraíso

Um filme forte, mas ainda bem que não foi mais ainda (e bem que podia!). E Peter Jackson fez algo bem diferente de tudo o que já vi dele (Trilogia do Anel, King Kong)…
Se eu fosse descrever o filme a grosso modo, diria se tratar de um “Ghost adolescente”, mas a mensagem que o filme passa é maior do que um simples amor além da vida. Conta a história de Susie Salmon, uma menina de 14 anos que teve sua vida interrompida após ser assassinada por seu vizinho serial killer de menininhas. Ela acaba acordando num plano que une as características da Terra e do Céu, e os cenários são todos lindos e ao mesmo tempo psicodélicos, que têm elementos que Susie viu em sua curta vida, ela tenta ajudar (de maneira indireta, claro) seu pai a descobrir a identidade de seu assassino.
O filme é bem triste, mas eu só “quase chorei” na cena em que o pai dela (Mark Wahlberg), em negação e raiva pela morte da filha, começa a quebrar todos os barcos dentro de garrafas que fez como hobbie. A carga dramática é tensa nessa parte. E a Susan Sarandon, que interpreta a avó de Susie, rouba a cena no filme, e seu personagem funciona de contraponto pra dar uma pitada de comédia à história. E adorei a ambientação dos anos 70 no filme!
Bom, não vou contar toda a história, mas é um bom programa a dois (foi o que eu fiz, hehe…).

Piada do Aranha

O chiste rolou na edição 73 da revista Os Novos Vingadores, da Panini, quando o grupo de Vingadores liderados por Luke Cage viam pela TV a equipe de “heróis” criada pelo vilão Norman Osborn, e que usam a identidade de vingadores conhecidos.
Quando chegou a vez de tentarem descobrir quem era o “Wolverine” dos “Vingadores Sombrios”, o Wolverine original confessa: “Ele é meu filho.”. Todos se espantam, pois até então ninguém sabia da existência de Daken, quando o Homem-Aranha solta a pérola para o Logan: “Você já fez sexo?”
HAHAHAHAHAHAHAHAH…

Enquanto isso, na Sala de Justiça…

Jurerê Internacional. Sou bonito? Sim, e com classe.

 Olá, pessoas!
Parece que vou entrar na internet uma vez por semana até consertar meu PC, né? Bom, acho que vou dar um jeito nisso semana que vem.
Vamos ver o que você perdeu nos últimos capítulos da minha vida enfadonha?
*Conheci uma pessoa legal. Nos curtimos e todo o resto. Vamos acompanhar o desenrolar dessa história. 😛
*Finalmente fui à praia!! \o/ De carro com uns amigos novos, tínhamos em mente algumas praias pra passar o domingo mas fomos parar em International Jureration mesmo! Quer dizer…a melhor praia de Floripa! O lugar é realmente lindo, mar azul-esverdeado, e bem frequentado…Nos divertimos bastante.
*O cara que me ajudou a vir pra Floripa é meu maior inimigo hoje. Sou bonito? Ah, também…O cara é um escroto, uma bicha fedida e cretina que jura que é phyna! Odeio gente assim, ainda mais que ele foi injusto comigo, e eu ODEIO injustiça! Tem mais é que levar chumbo quente mesmo!
*Nessa semana entrou um dinheirinho (finalmente!) na minha conta bancária. Comprei umas camisetas (que eu estava precisando) e outras coisinhas. Recebo de verdade na sexta, daí ninguém me segura mais na Ilha de Lost! ;P
*Me mudei junto com um outro amigo. Finalmente saí do lixo daquela casa velha em que morávamos! Agora estamos numa casa mais nova e mais perto do Centro chique da cidade. Hehe.
Parece que as coisas começaram a entrar nos eixos na minha vida! Vamos torcer para que só melhore, né?
Veijos!

Raios me partam!

Minha expectativa era alta nesse filme mas “Percy Jackson e o Ladrão de Raios” meio que me deu uma frustradinha, já que eu sou fascinado pela mitologia grega.
O desenrolar do enredo é meio babaquinha e linear, e ficou um pouco infantil, acho que fazendo jus ao diretor Chris Columbus (os dois primeiros “Esqueceram de Mim” e os dois primeiros “Harry Potter” não me deixam mentir).
O filme – inspirado no primeiro livro da série de 5 do escritor Rick Riordan – narra a história de Percy Jackson, um menino que é acusado de roubar o raio de Zeus e é perseguido por monstros mitológicos, e acaba descobrindo que é filho de Posseidon e que tem poderes divinos, e ele mergulha numa jornada para tentar provar sua inocência e resgatar sua mãe que foi raptada por Hades, o deus dos infernos.
Com ótimos efeitos especiais, um elenco do balacobaco (Pierce Brosnan, Uma Thurman lindíssima e Sean Bean) e um proagonista (Logan Lerman) gatinho, é uma ótima dica pra comer uma pipoca amanhecida. Ah! E depois dos créditos tem uma cena extra, onde mostra que Percy sabe ser um menino mau também. Hehe…

Enquanto isso na Sala de Justiça…

Ufa! Depois de séculos sem passar por aqui, resolvi atualizar meu ‘broguinho’. Afinal, estou cheio de novidades pra contar (ou não).
*Descobri que meu PC estragou durante a viagem e por isso ando afastado da internet nas últimas semanas. Tô sem dinheiro e sem paciência pra lan house;
*Depois de duas semanas de procura, dinâmicas e entrevistas, consegui emprego como fiscal de loja num shopping daqui. Não é nenhuma maravilha, me fodo trabalhando mas é o que tem pra agora. Não posso me dar ao luxo de escolher emprego por aqui enquanto eu estiver dependendo de outrem pra comer e pagar meu aluguel. E também acho que todo o meu sofrimento faz parte do meu amadurecimento, afinal não há aprendizado sem dor;
*Definitivamente odeio o sotaque dos manezinhos da ilha;
*Definitivamente esse lugar tá cheio de homens bonitos #comolidar?
*Mais de 3 semanas numa ilha e ainda não fui numa fucking praia. Que ódio! Depender dos outros é phoda! 😡
Mas tudo vai mudar depois de eu receber meu primeiro salário (ou não). Vamos acompanhar.
Veijos!