[Resenha] Da Vinci’s Demons

Minha gente, que série maravilhosa… Sem palavras!

Na verdade, tenho algumas palavras sim:
“Da Vinci’s Demons”, uma série da Starz e exibida por aqui pela Fox, é produzida por David S. Goyer (“Blade”, “Batman Begins”) e tem como temas algumas das coisas que mais curto: ficção histórica e Leonardo da Vinci (que é um dos meus Ícones da Humanidade™ favoritos).

Zoroastro, Nico e Leonardo prestes a entrar numa confusão.

Zoroastro, Nico e Leonardo prestes a entrar numa confusão.

Com uma ambietação fantástica (em alguns momentos me senti jogando “Assassin’s Creed” mesmo nunca tendo jogado rs), a trama se passa em 1477 na República de Florença, e temos como herói um Leonardo da Vinci com 25 anos de idade (interpretado por Tom Riley), no auge de toda sua genialidade, e acaba se tornando o engenheiro militar de Lorenzo de’ Medici (lê-se “Medítchi”, e não “Médici” como estamos habituados, interpretado por Eliott Cowan), que é o banqueiro mais rico da Europa e também o líder da República. Daí que Florença é o único Estado italiano que não responde diretamente ao Papa, um dos vilões mais terríveis da TV atualmente, Sixtus (Sisto IV, interpretado por James Faulkner), que tenta de tudo para fazer com que a República florentina faça parte dos chamados “Estados papais”. Ao lado de Da Vinci ainda temos seu fiel assisitente, Nico Machiavel (Eros Vlahos) e o golpista tarólogo Zoroastro, ou “Zô” (o lindo Greg Chiller), e ainda seu maestro Verrochio (Allan Corduner); no lado dos vilões também temos um dos piores de todos, o psicopata com voz mansa Riario (Blake Ritson). Não fosse só o fato de Roma querendo colocar as mãos em Florença e ainda Da Vinci se vê mergulhado numa espiral de mistérios, intrigas e traições (no melhor “estilo Game of Thrones”), e acaba em busca do Livro das Folhas, um item lendário que conta-se ter os mais incríveis segredos dos Atlantes, livro este que está sendo procurado por uma ordem secreta e milenar chamada de “Os Filhos de Mitra”. A série também tem muito sexo, nu frontal e violência gráfica, não ficando muito atrás das séries da HBO…

Conde Riario e Papa Sixtus IV, vilões terríveis.

Conde Riario e Papa Sixtus IV, vilões terríveis.

A seguir, um breve resumo dos acontecimentos mais importantes, com alguns spoilers, que estão protegidos com letras brancas. Para ler, por sua conta e risco, selecione o texto com o mouse:

1ª temporada:
– Leonardo recebe do misterioso “Turco” (Alexander Siddig) a missão de procurar pistas da localização do Livro das Folhas;
– Ele ainda acaba se envolvendo com a belíssima Lucrezia Donati (Laura Haddock), a teúda-e-manteúda™ de Lorenzo;
– Da Vinci, sempre angustiado por não conhecer sua mãe, encontra pistas sobre o paradeiro e feitos dela;
– Quinze anos antes de Cristóvão Colombo chegar na América do Norte, Leonardo acaba descobrindo que há uma porção de terra à oeste, além do Oceano Atlântico.
2ª temporada:
– Riario, Da Vinci e seus comparsas – agora com a ajuda de Amerigo Vespucci (Lee Boardman), enfrentam uma odisseia digna de Ulisses em alto mar e desembarcam em terras selvagens e desconhecidas em busca do Livro das Folhas;
– Um dos pontos altos dessa temporada é ver Da Vinci e Riario trabalhando juntos, a contragosto;
– Dois personagens importantes morrem, um deles, dos meus favoritos;😥
– Duas tramas são reveladas, jogando os telespectadores no chão;
Além disso, durante as duas temporadas, nosso herói tem a oportunidade de conceber alguns inventos que só puderam ser finalmente construídos séculos depois – provando que Da Vinci era um Homem a frente de seu tempo™ – tais como asas planadoras, escafandro, submarino e um veículo com tração automática.
Outra coisa que gostei bastante na série é dos “crossovers” históricos, tais como quando Leonardo encontra Vlad III, o próprio “Drácula” em pessoa, e, obviamente, Leonardo da Vinci em Macchu Picchu.

A série tem até o momento 18 episódios (8 na primeira, e 10 na segunda), e retorna só no ano que vem sem data marcada.
No final da segunda temporada, o caldo entorna pra valer, colocando o poderoso Império Otomano contra Roma e um dilema explosivo para Leonardo. Por isso que mal posso esperar pela próxima temporada!

Título original: “Da Vinci’s Demons”.
Ano de estreia: 2013.
Criado e produzido por: David S. Goyer.
Elenco: Tom Riley, Laura Haddock, Blake Ritson, Elliot Cowan, Lara Pulver e James Faulkner.
Duração: 18 episódios de +/- 55 minutos cada.
Nota: 9.

Apenas que:

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s