Gatos que eu não curto #2

Segue agora a 2ª edição de um post que eu fiz no meu blog antigo lá em 2010 sobre os gatos que eu não curto. Eles são gatos? Sim. Todo mundo curte? Sim. Mas não me atraem, sabe. Fico indiferente à beleza deles. Não me dão tesão, não me apetecem. Desculpa, sociedade.
São eles:

gatos-que-nao-curto-2

[1] Joseph Gordon-Levitt
[2] Ryan Gosling
[3] Adam Levine
[4] Chris Hemsworth
[5] Reinaldo Gianecchini
[6] Paul Walker
[7] Tyler Hoechlin
[8] Murilo Rosa

Anúncios

Enquanto isso, na Sala de Justiça…

Puxa, quanto tempo que eu não entrava na Sala de Justiça, né? Vamos ver o que aconteceu nesse meio tempo…
*Andei me informando sobre os valores do curso que quero fazer e descobri que o mais barato é de R$ 400 mensais. Tipo, eu já pago aluguel, mais custos adicionais, e se eu fizer o curso não vai sobrar NADA pra minha diversão. Vai ser como era quando eu morava em Sampa que eu nunca tinha dinheiro pra nada. Sábado e domingo eu assistia a todos os programas da TV. Aff! Pelo menos eu era casado e tinha com o que me “divertir” em casa. Hehe…Mas falando sério, meio que me deu uma decepçãozinha não ganhar o bastante pra custear os meus sonhos. Vamos ver como vou me sair dessa. =/
*E a Europa parando de voar por causa do vulcão da Islândia, a Grécia em crise, e cadê o Superman ou os Cavaleiros do Zodíaco? 😛
*Fiz um perfil no Twitter para os carinhas que moram comigo: @lauromaki e @felipedylonge. Eles nem sabem usar. Mal sabem usar o Orkut!..Viva a inclusão digital! -N
*Amanhã o Green Dimension fará parceria com um importante blog. Informo mais amanhã! 😀
Eu tenho certeza que esqueci de falar alguma coisa (postar do trampo é fodinha!). Se eu me lembrar, eu atualizo aqui.
Avraços!

Um exú na minha vida

Bom, deixem-me falar mais sobre as criaturas com quem divido a casa…O cara que paga aluguel comigo se chama Lauro, tem 45 anos, é gaúcho de Alegrete (pelo que eu me lembre) mas já está na ilha há 8 anos quase, tanto que o sotaque dele é estranho, uma “música” que oscila entre o gaúcho e o dos manézinhos. Só que o Lauro tem um “caso” complicado com um carinha chamado Felipe, que tem 23 anos, é de Tubarão/SC e é garoto de programa. #querdizer…Um gurizão totalmente inconsequente, alcoólatra e usuário de outras drogas mais pesadas. O cara é tão pinguço que de manhã, ao invés de comer algo pra forrar o estômago, já acorda com um copo de vodka na mão. E assim ele vai pelo resto do dia. Um cara totalmente sem cultura, que ainda ousa questionar a minha sendo que a dele se resume a sexo (heterossexual) e drogas (álcool, maconha e cocaína). E ele é carente e adora ficar contando os “causos” dele para os ouvintes incautos (e os cautos também, já que ele se faz ouvir), sendo que 90% dos assuntos dele envolvem putaria e drogas.
Uma vez ele chegou em casa umas 5h da manhã, bebaço, me acordou (sendo que eu tinha que acordar às 8h pra ir trabalhar) só pra ficar conversando comigo, acreditam? Vontade de mandar à putsa-que-la-pária…
Noutro dia, eram 2h da manhã estava ele batendo no cachorro do Lauro (outro encosto na minha vida que só me incomoda) e discutindo com o dono. Um vizinho mandou ele longe e os dois ficaram batendo boca na janela. E eu querendo dormir pra acordar cedo pra ir ao trabalho…Depois desse episódio fui obrigado a conversar sério com ele. Ele levou numa boa e agora tá maneirando. Só quero ver até quando isso vai durar…
Quanto à “profissão” dele…pff! O cara não trabalha MESMO, vive às custas do Lauro, não paga o aluguel pra ajudar a gente e o dinheiro que ele consegue com os programas esporádicos que ele faz ele gasta absolutamente TUDO em drogas (cachaça ou pó). E ele se diz hétero mesmo que seus clientes sejam todos homens. Rá!
Resumindo…ele é um encosto na vida do Lauro e, por tabela, eu ainda tenho que aturar.
É por essas e outras que eu me considero o Azaradoman, tá louco…

Enquanto isso, na Sala de Justiça…

Calma, gente! Eu não morri! Só estava passando por algumas (e boas) “dificulidades”…
*Passei por umas terríveis tensões por aqui sem emprego e sem dinheiro, fiz coisas inclusive inconfessáveis, queimei meu filme com meus amigos que dividem a casa comigo na questão da alimentação e ontem eu quase entrei em parafuso com todos esses problemas. Ainda bem que…
*Hoje comecei num novo emprego! \o/ É de segunda à sexta (aleluia!!) numa gráfica, trabalhando com cópias e encadernações, ganhando quase a mesma coisa que no meu emprego anterior, e ainda é pertinho de casa (vou a pé). Estou feliz, hoje posso dizer! Mas mal vejo a hora de por as mãos no meu primeiro salário já (hehe)!
*Relacionamentos? Estou dividido entre duas criaturas. Tá certo que pela minha atual situação eu nem deveria estar pensando em ficar com outra (muito menos “outras”) pessoa, mas como me envolvi, agora vamo em frente! =P
E se inicia mais um capítulo na minha aventura em terras catarinenses.
Não PERDÃO os próximos episódios!
;P

A pique

Olá, pessoinhas!
Eu sei que estive ausente, mas é que não estiveram fáceis as coisas por aqui:
*Meu pc continua quebrado;
*Só acesso de lan house, mas a grana tá curta;
*Tenho ficado com a pele esverdeada ultimamente. Espero que seja radiação gama;
*Quase desmaiei na rua devido à pressão baixa. Depois descobri por que isso aconteceu;
*E pra completar, fui demitido. Sou bonito?
Ou seja, sem previsão pra eu voltar.
Me desejem sorte.

Enquanto isso, na Sala de Justiça…

Aqui estou de volta, cheio de sono, pra te contar o que se passou no País das Maravilhas e no resto do Planeta Vegeta:
*Caramba! Agora foi um terremoto violento no Chile. Que tristeza! #2012iscoming! Se bem que não acredito nessas baboseiras de profecias, mas que o planeta está mandando alertas de que não está gostando do que estamos fazendo com ele, isso é!
*Domingo à noite não é que eu encontro sem querer pelas ruas do Centro de Floripa o Excelentíssimo Sr. Galeno, aka @OneLag? Conversamos rápido por ele estar com pressa, mas foi divertido vê-lo pessoalmente, pois só nos conhecíamos via Twitter. 😀 Tem mais alguém de SC lendo isso afim de me ver? Hehe…
*BOMBAS: [1] Meu horário no serviço agora é das 09h às 18h! Agora tenho vida social de gente, pois ter a só a manhã livre é o fim da quermesse! Só serve pra dormir, deusulivre! :S [2] Agora eu tenho uma cama pra dormir! Até comprei um travesseiro hoje! Hahaha…Que pobreza! Mas é assim mesmo! Vai ser aos pouquinhos o negócio.
*Quanto ao conserto do meu pc, receio ter que protelá-lo, pois tenho uns gastos tensos nos próximos meses. Onde eu reclamo?
Vamos nessa, gatos e gatas?

Enquanto isso, na Sala de Justiça…

Jurerê Internacional. Sou bonito? Sim, e com classe.

 Olá, pessoas!
Parece que vou entrar na internet uma vez por semana até consertar meu PC, né? Bom, acho que vou dar um jeito nisso semana que vem.
Vamos ver o que você perdeu nos últimos capítulos da minha vida enfadonha?
*Conheci uma pessoa legal. Nos curtimos e todo o resto. Vamos acompanhar o desenrolar dessa história. 😛
*Finalmente fui à praia!! \o/ De carro com uns amigos novos, tínhamos em mente algumas praias pra passar o domingo mas fomos parar em International Jureration mesmo! Quer dizer…a melhor praia de Floripa! O lugar é realmente lindo, mar azul-esverdeado, e bem frequentado…Nos divertimos bastante.
*O cara que me ajudou a vir pra Floripa é meu maior inimigo hoje. Sou bonito? Ah, também…O cara é um escroto, uma bicha fedida e cretina que jura que é phyna! Odeio gente assim, ainda mais que ele foi injusto comigo, e eu ODEIO injustiça! Tem mais é que levar chumbo quente mesmo!
*Nessa semana entrou um dinheirinho (finalmente!) na minha conta bancária. Comprei umas camisetas (que eu estava precisando) e outras coisinhas. Recebo de verdade na sexta, daí ninguém me segura mais na Ilha de Lost! ;P
*Me mudei junto com um outro amigo. Finalmente saí do lixo daquela casa velha em que morávamos! Agora estamos numa casa mais nova e mais perto do Centro chique da cidade. Hehe.
Parece que as coisas começaram a entrar nos eixos na minha vida! Vamos torcer para que só melhore, né?
Veijos!

Enquanto isso na Sala de Justiça…

Ufa! Depois de séculos sem passar por aqui, resolvi atualizar meu ‘broguinho’. Afinal, estou cheio de novidades pra contar (ou não).
*Descobri que meu PC estragou durante a viagem e por isso ando afastado da internet nas últimas semanas. Tô sem dinheiro e sem paciência pra lan house;
*Depois de duas semanas de procura, dinâmicas e entrevistas, consegui emprego como fiscal de loja num shopping daqui. Não é nenhuma maravilha, me fodo trabalhando mas é o que tem pra agora. Não posso me dar ao luxo de escolher emprego por aqui enquanto eu estiver dependendo de outrem pra comer e pagar meu aluguel. E também acho que todo o meu sofrimento faz parte do meu amadurecimento, afinal não há aprendizado sem dor;
*Definitivamente odeio o sotaque dos manezinhos da ilha;
*Definitivamente esse lugar tá cheio de homens bonitos #comolidar?
*Mais de 3 semanas numa ilha e ainda não fui numa fucking praia. Que ódio! Depender dos outros é phoda! 😡
Mas tudo vai mudar depois de eu receber meu primeiro salário (ou não). Vamos acompanhar.
Veijos!

Perdido na ilha

Olá, pessoas! Saudades? Pois é, é recíproco! 😉
Estou aqui blogando de uma lan house (não, ainda não tenho internet em casa infelizmente…) direto de “Manhattan” (ou da “Ilha de Lost” ou da “Ilha da Fantasia”, ainda não decidi como vou chamar Florianópolis) pra dar os últimos updates da minha patacoada em terras catarinenses.
Cheguei aqui na segunda-feira às 20h, daí então o Alex (o meu amigo que divido o apartamento) me levou pra beira-mar e dar uma voltinha pelo Centro, achei tudo muito bonito e ainda quero desfrutar muito da noite e do mar da ilha em futuras oportunidades.
Mas se tem uma coisa que me deixa nervoso quando eu vou pra lugares diferentes é o sotaque dos nativos (até alguns sotaques gaúchos me irritam às vezes). Aqui eles falam o S mais chiado do que os cariocas (pensei que não fosse possível), o R é arrastado e as letras D e T antes das vogais E e I são pronunciados com a ponta da língua encostada nos dentes. O sotaque dos manezinhos-da-ilha (parece que chamá-los assim os ofende, pretendo descobrir e, se sobreviver, conto pra vocês! ;D) oscila entre o “carioquês”, o “pernambucanês” (parece piada, mas é verdade) e o português castiço.
Aqui tem muita gente bonita e de toda parte do mundo (por exemplo eu que moro com um colombiano), e tô me sentindo em casa por que a gauchada mora aqui em peso!
Ontem fiz uma dinâmica num call-center e passei. Sexta agora levo os documentos, mas como o emprego não é lá essas coisas, estou procurando outros, ou pra conciliar ou pra trocar por coisa melhor. Hoje à tarde tenho outra dinâmica. 😀
Por ora está tudo um pouco difícil aqui mas com muita força de vontade batalharei por uma estadia decente na capital catarinense.
Em breve, novidades.
Avraços!

Tempo de mudança

Um dia teria que acontecer, mesmo parecendo demasiadamente tarde. Estou saindo de casa, deixar meus pais continuarem com as vidas deles e dar um jeito na minha. Estou indo para Florianópolis, a ilha que cedia a Capital do Estado de Santa Catarina, tentar uma nova vida, do zero, atrá de emprego e para dividir o aluguel com um conhecido que já mora lá.
Estou deixando a minha terra-natal mais uma vez, talvez para sempre, ou talvez não. Terra essa linda, que me concebeu e me criou, e que me deu muitas alegrias e orgulho de ser um gaúcho. Mas o que o Rio Grande do Sul tinha para me oferecer, já se findou, não há mais nada aqui para mim, excetuando, é claro, os parentes e amigos de longa data que deixarei para trás. Aqui não há mais profissão, não há mais experiência, não há mais amor. Tudo acabou, inclusive a esperança. Talvez eu tenha me acomodado – até demais, esperando que algo de bom acontecesse, mas só vi os anos passarem sem que me fossem dadas mais glórias. Então se não as encontro aqui, que eu comece então, com mais afinco de quem não tem mais tempo a perder, a procurar por glórias em outro lugar, e ganhei essa oportunidade da vida de tentar a sorte em SC. Sorte. Vou precisar, além da força de vontade.
Vou tentar atualizar meus blog e Twitter nos primeiros dias em que estarei me estabelecendo lá, mas como no começo vou ter disponível um modem 3G (e vocês sabem que isso é um vosta) regularmente, então não prometo muita assiduidade, mas assim que a situação por lá ficar tranquila, coloco internet de verdade e volto à ativa com tudo, OK?
Amo vocês! Até logo!
Adeus, minha terra amada! Voltarei outra vez, quer seja a passeio ou para residir novamente, e nunca esquecerei do sabor do teu pão e da refrescância da tua água.